quinta-feira, abril 08, 2010

O QUE É O LIMBO?

A Igreja Católica descobriu quatro lugares no além: céu, inferno, purgatório e limbo. Restringiremos este comentário ao limbo, objeto do questionamento. A palavra é oriunda do latim, limbus, cujo significado é “fronteira”. Este lugar foi arquitetado por Roma, a fim de solucionar um problema teológico em que a Bíblia não se expressa abertamente: o destino eterno das crianças que morrem sem adquirir consciência de seus pecados. Segundo o catolicismo, o limbo seria a “fronteira do inferno”, isto é, um lugar preparado para aqueles que não fazem jus ao céu, mas que também não merecem o inferno. A grande maioria das pessoas que possui alguma noção conceitual deste lugar limita-se a relacioná-lo às crianças. O limbo seria, portanto, o destino das pobres crianças que morrem sem batismo e que, por isso, são classificadas pela igreja romana como pagãs. Entretanto, o entendimento católico deste lugar envolve algo além disso, pois, conforme tal interpretação, há pelo menos dois tipos de limbo:

LIMBO DOS PAIS: também designado limbus patrum, o que seria equivalente ao “Seio de Abraão” (Lc 16.22). Trata-se de um local no mundo dos mortos (hades) onde habitariam as almas dos justos do Antigo Testamento. Com a morte e ressurreição de Cristo, este local teria sido abolido, devido ao traslado das almas dali para o céu. De certa forma, esta idéia usufrui de algum amparo bíblico e encontra paralelo na interpretação evangélica (guardando as devidas proporções).

LIMBO DOS INFANTES: também designado limbus infantum. Além das crianças, esse lugar receberia a alma das pessoas mentalmente incompetentes para que possam decidir pela aceitação ou rejeição a Cristo. A idéia reclamada para justificar este local é a de que “almas excepcionais mereceriam lugares excepcionais como destino”.

Jesus, por sua vez, menciona apenas dois caminhos, duas portas, dois fins (Mt 7.13,14; 25.34-46). Não há referências bíblicas além desses dois lugares depois da vida: céu e inferno. Nas línguas originais bíblicas, céu e inferno são chamados da seguinte maneira: Seol, Hades, Geena (Lc 16.19-31; 12.4-5). Devemos, no entanto, nos contentar com isso. Existem algumas correntes teológicas que se esforçam por explicar a fortuna das crianças que falecem antes da idade da razão, porém, esse assunto envolve muitas especulações e já não é alvo do questionamento aqui proposto. Para saber mais sobre o assunto, o leitor deve consultar a edição de nº 39 de Defesa da Fé, que traz a matéria intitulada “Inferno: é possível crer nesta doutrina em pleno século 21”.

9 comentários:

  1. Graça e paz eternas!
    Muito bom o artigo. Gostaria de agregar o fato de que o chamado pecado original foi tratado por Jesus Cristo na cruz do calvário, sendo o seu sacrifício suficiente para justificar de todo o pecado cometido antes de sua encarnação, durante seu ministério terreno e os que seriam cometidos posteriormente, estendendo o perdão e a redenção à toda humanidade. Entretanto, o sacrifício de Jesus só se torna eficiente, quando o pecador toma posse desta graça, arrependendo-se e aceitando o sacrifício de Cristo por ele.
    No caso das crianças, que ainda não podem discernir estas coisas, mas já tem esta Graça sobre elas e portanto são puras,certamente são agraciadas pelo Sangue de Jesus, o que as leva em caso de morte prematura ao paraíso, ou seja, para junto do Senhor eternamente.

    ResponderExcluir
  2. a verdade que é que o batismo não é proibidõ para menores segundo a tradiçáo crista foi um alusinado que proibiu que contestou 1500 anos de estudos ,contestar,estudos antigos é ignorancia onde nao se prova contra se cala. se nao fosse a igreja catolica não existiria biblia nem pastor ganhando dinheiro a custa do evangelio e. ignorando o passado.

    ResponderExcluir
  3. Mas a igreja católica tbm ganha dinheiro as custas da palavra..... Ninguém vê isso pq eles são muito organizados..... dês de muito tempo manipulação reinos usando o nome de deus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pecados mortais de nada tem a ver com Deus so com mortais
      a Igreja Catolica ainda e a verdadeira e santa independente do que os homens fazem

      Excluir
    2. Assim como tem muito pastor ganhando dinheiro com o evangelho, existe na mesma proporção padres pedófilos fazendo sexo com um monte de criancinha inocente. Tem um caso forte na região em que eu moro onde caiu a casa de um padre ele foi até preso, e a igreja católica ao invés de repreender ainda mandou pra São Paulo bem longe daqui.

      Excluir
  4. O Homem pode dedicar sua vida toda ao estudo sobre Deus, porém, nunca chegarão a uma conclusão, pois Deus é muito superior. Não é possivel compreender o quão grande é essa superioridade. Sigam o que a bíblia diz de um modo geral: tenham amor!

    ResponderExcluir
  5. ACREDITO SIM, QUE DEVEMOS SEGUIR O QUE A BIBLIA ENSINA ATRAVÉS DA IGREJA CATÓLICA. INDEPENDENTE DO QUE ELA FEZ OU DEIXOU DE FAZER. PROCURAR SEGUIR SEUS ENSINAMENTOS SEM NOS PREOCUPAR O QUE PADRES BISPOS CARDEAIS ETC FAÇAM. DAI NÓS VEREMOS COMO É BOM E IMPORTANTE SER CATÓLICO E DEIXAREMOS DE LADO AS CRITICAS QUE FAZEMOS A ESTES. POIS ESTES RESPONDERÃO PELOS SEUS ATOS ASSIM COMO NÓS.

    ResponderExcluir
  6. Apenas uma informação adicional. O Limbo, incluído pela igreja Católica Apostólica Romana, foi excluída pala mesma em 2007.

    Mais um problema para a "Ex-Cathedra" (inerrância Papal).

    ResponderExcluir
  7. A igreja católica cria e exclui como se a palavra de Deus pudesse ser alterada.

    ResponderExcluir

"QUE GRATA FELICIDADE, SABER QUE VOCÊ NOS VISITOU E NOS DEIXOU UM COMENTÁRIO, ASSIM QUE POSSÍVEL LHE RESPONDEREI COM O MAIOR PRAZER, POR FAVOR DEIXE-NOS SEU E-MAIL SE ASSIM PREFERIR. SUA VISITA É MUITO IMPORTANTE PARA NÓS...FIQUE EM PAZ...JESUS TE AMA..."